Primeiro-ministro da Tunísia renuncia ao cargo

O primeiro-ministro da Tunísia, Hamadi Jebali, disse nesta terça-feira que submeteu sua renúncia ao presidente do país, Moncef Marzouki, um dia depois do fracasso de seus esforços para formar um novo governo de tecnocratas.

AE, Agência Estado

19 de fevereiro de 2013 | 15h50

"Eu prometi e garanti que, no caso de um fracasso da minha iniciativa, eu renunciaria do cargo, e é isso que fiz", afirmou Jebali, após se encontrar com Marzouki.

A iniciativa de Jebali de retirar o país da crise política foi intensificada pelo assassinato de um líder de esquerda há quase duas semanas. Sua proposta foi bem recebida pela oposição, mas não por seu próprio partido. Jebali é integrante do partido islâmico moderado Ennahda. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Tunísiarenúnciapremiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.