GEORGI LICOVSKI/EFE
GEORGI LICOVSKI/EFE

Primeiro-ministro de Montenegro renuncia

Djukanovic diz ter cumprido tarefa de levar país mais perto da União Europeia e da Otan

Efe e Associated Press

21 de dezembro de 2010 | 12h46

PODGORICA - O primeiro-ministro de Montenegro, Milo Djukanovic, renunciou ao cargo nesta terça-feira, 21, alegando que cumpriu sua tarefa de levar seu país a uma posição mais próxima da União Europeia e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

 

Djukanovic, figura que dominou a cena política montenegrina nos últimos 20 anos, levou seu país à independência em 2006. "Vou com a consciência limpa, de cabeça erguida, contente com o que fiz", disse. Montenegro recebeu na semana passada o status de candidato para se tornar membro da União Europeia.

 

Djukanovic assegurou que sua decisão de renunciar não é precipitada e nem uma novidade e que não foi tomada sob pressões internas ou estrangeiras, como chegaram a insinuar seus críticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.