Primeiro-ministro do Gabão renuncia e vai disputar presidência

Jean Eyeghé Ndong se apresentará como candidato independente nas eleições

Efe,

17 de julho de 2009 | 16h14

O primeiro-ministro do Gabão, Jean Eyeghé Ndong, renunciou nesta sexta-feira, 17, ao cargo e anunciou sua candidatura nas próximas eleições presidenciais, informou a rádio regional "Africa Nº1".

 

Segundo a rádio, Ndong fez o anúncio em uma declaração pública, um dia depois de o governante do Partido Democrático Gabonês (PDG) ter declarado Ali Bongo, filho do recentemente morto presidente Omar Bongo, seu candidato.

 

Ndong especificou que se apresentará como candidato independente nas eleições, que provavelmente acontecerão em 30 de agosto próximo caso realmente a presidente interina do país, Rose Francine Rogombe, aprove a proposta feita pela comissão eleitoral local.

 

Outro membro do governo e do PDG, André Mba Obame, anunciou também nesta sexta-feira, na Espanha, sua candidatura às eleições presidenciais. Obame é responsável pelo departamento de Ação Governamental e foi ministro do Interior durante o governo de Omar Bongo.

 

Ali Bongo, atual ministro da Defesa do Gabão, desponta como favorito nas eleições, mas é contestado após os 41 anos do governo autoritário de seu pai, no qual houve vários escândalos de corrupção.

Tudo o que sabemos sobre:
GabãoJean Eyeghé Ndongeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.