Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Primeiro-ministro do Haiti renuncia

O primeiro-ministro hatiano, Jean-Marie Cherestal, renunciou ao cargo em meio a crescentes críticas em relação ao fracasso do governo em enfrentar a brutal crise econômica do país. A renúncia de Cherestal, datada de quarta-feira, foi no mesmo dia encaminhada ao presidente Jean-Bertrand Aristide, disse um funcionário governamental na condição de manter o anonimato.Cherestal apresentou perante a Assembléia Nacional, na segunda-feira, um resumo das realizações e fracassos do gabinete de 16 ministros por ele liderado.Os legisladores disseram que apresentariam um voto de desconfiança para tirá-lo do cargo e 11 dos 17 senadores aprovaram na quinta-feira a convocação de Cherestal para interrogá-lo na próxima terça-feira.Para que a renúncia do primeiro-ministro seja confirmada Aristide tem de aceitá-la. Se o presidente não a aceitar, Cherestal se apresentará ao Senado, como está previsto. "Nós temos a maioria, e Cherestal terá de sair", disse o secretário do Senado, Gerard Gilles, após o comparecimento do primeiro-ministro perante o Legislativo na segunda-feira. Gilles lidera um movimento anti-Cherestal no Senado. Todas as 19 cadeiras do Senado são ocupadas por membros do governante partido Família Lavalas de Aristide. Segundo políticos da oposição, Cherestal tornou-se o bode expiatório de uma alegada incompetência do partido governante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.