Primeiro-ministro do Japão ganha novo mandato de 3 anos

Primeiro-ministro do Japão ganha novo mandato de 3 anos

Abe, que assumiu o cargo em dezembro de 2012, foi o único candidato a se registrar na eleição para a liderança do Partido Liberal Democrático (LDP)

O Estado de S. Paulo

07 Setembro 2015 | 21h00

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, ganhou um raro segundo mandato consecutivo na terça-feira (horário de Tóquio), 8, após o seu único rival potencial para o cargo de chefe do partido governista não conseguir apoio suficiente para se inscrever na disputa.

Abe, que assumiu o cargo em dezembro de 2012, foi o único candidato a se registrar na eleição para a liderança do Partido Liberal Democrático (LDP), o que significa que ele recebeu mais um mandato de três anos como chefe do partido e, portanto, como primeiro-ministro.

A equipe de política de Abe prometeu focar na vacilante economia, depois de usar o capital político no último ano para encaminhar uma legislação impopular, que deve ser aprovada este mês, que pode autorizar as tropas japonesas a lutarem no exterior pela primeira vez desde a 2.ª Guerra. / REUTERS 

Mais conteúdo sobre:
JapãoShinzo Abe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.