Valerie Kuypers/AFP
Valerie Kuypers/AFP

Primeiro ministro holandês apresenta sua renúncia à Rainha Beatriz

Fracasso em negociar déficit público motivou decisão de Mark Rutte

estadão.com.br,

23 de abril de 2012 | 08h49

HAIA - O primeiro-ministro da Holanda Mark Rutte apresentou nesta segunda-feira, 23, a sua renúncia do governo. A decisão aconteceu por conta do fracasso em negociar a redução do déficit público com o partido de ultradireita de Geert Wilders, de acordo com a agência ANP.

Veja também:

link Holanda tem status questionado dentro da zona do euro

O presidente foi recebido pela rainha Beatriz, chefe do Estado, para uma reunião de duas horas, na qual a informou sobre sua renúncia e a dos ministros e secretários de Estado. Eles não conseguiram um acordo sobre os ajustes com o partivo antimuçulmano (PVV). O plano de cortes previa uma diminuição do déficit público para 3% em 2013. 

A Holanda mergulhou em uma crise política no fim de semana, depois do fracasso de sete semanas de negociações sobre um pacote de medidas de austeridade.

Com informações da Reuters e Efe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.