Primeiro-Ministro japonês deve dissolver a Câmara baixa mês que vem

Com suas chances de reeleição como líder do partido governista japonês praticamente asseguradas, o Primeiro-Ministro do Japão, Junichiro Koizumi, deverá dissolver a Câmara Baixa do Parlamento em outubro e convocar eleições gerais para novembro. As informações são do diário local Yomiuri.Koizumi é o favorito para vencer as eleições presidenciais pelo Partido Democrático Liberal (PDL) nas eleições do próximo dia 20. E é quase garantido que ele também acumule o cargo de Primeiro-Ministro, já que seu partido ? ao lado de outros dois, menores ? é maioria no Parlamento. Como Premiê, sua primeira atitude deverá ser a de dissolver a Câmara baixa e convocar eleições, que poderiam diminuir a oposição a seu governo e aumentar as cadeiras do PDL na Câmara baixa, o mais importante órgão legislativo do Japão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.