Primeiro-ministro turco rebate declaração de Sarkozy

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, rebateu neste sábado a declaração do presidente francês, Nicolas Sarkozy, de que seu país não deveria entrar na União Europeia (UE). "Fazer parte da Europa é um sonho de nosso país há meio século", disse Erdogan em entrevista à emissora Euronews.

AE, Agencia Estado

30 de janeiro de 2010 | 19h52

Ancara negocia com o bloco de 27 nações desde 2005, e o líder turco se disse determinado a pressionar por esse projeto. "O sr. Sarkozy às vezes diz coisas que a razão não pode aceitar. Mas não importa o que ele diga, nós vamos continuar, a menos que todos os membros da UE digam que eles não querem a Turquia", afirmou Erdogan.

"Uma União Europeia que não inclua a Turquia não seria completa - estaria faltando algo", afirmou o primeiro-ministro turco no lançamento da emissora, em Istambul. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
TurquiaFrançaUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.