Primeiro resultado oficial dá vantagem a Correa no Equador

O primeiro resultado oficial do segundo turno da eleição presidencial no Equador confirma as projeções que dão a vitória ao candidato esquerdista Rafael Correa. Foram contabilizados apenas 0,21% dos votos válidos. De acordo com o site na internet do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE), Correa obteve nesta primeira parcial 8.306 votos, o que representa 65,15% do total. Seu rival, o milionário Alvaro Noboa, registra 4.444 votos (34,85%). Foram escrutinados apenas 14.055 votos, de um total de 9,1 milhões. Destes, 105 são votos em branco e 1.200 nulos. O TSE prevê concluir oficialmente o escrutínio na próxima quarta-feira. Três pesquisas de boca-de-urna deram ampla vantagem a Correa. De acordo com uma avaliação parcial da Organização Não Governamental (ONG) Participação Cidadã, em 1.607 atas eleitorais inspecionadas - entre as mais de 36.000 de todo o país - Correa obteve 56,4% dos votos frente 43,6% de Noboa. Uma pesquisa de boca-de-urna feita pela Teleamazonas deu 57% dos votos válidos a Correa e 43% a Noboa. Pesquisas de outros canais de televisão apresentam resultados entre 13 e 15 pontos porcentuais favoráveis a Correa. Apenas na pesquisa da empresa Conultar, que trabalha com exclusividade para o candidato Alvaro Noboa, o milionário surge como vencedor do pleito, com 42% do total dos votos contra 36% atribuídos a Correa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.