Primeiros civis são vacinados contra varíola nos EUA

A "operação vacina", promovida pela Casa Branca, começou hoje no estado de Connecticut com a imunização de membros da linha de frente da comunidade médica contra a varíola a fim de preparar essa comunidade para um eventual ataque biológico contra os EUA.Cerca de 20 médicos e auxiliares do Centro Médico da Universidade de Connecticut participaram do "esquadrão doGênesis", assim chamado por ser o dos primeiros civis que arregaçaram as mangas para receber a picada. Em seguida, serãoeles os encarregados de ensinar seus colegas a aplicar a vacina.O programa de vacinação - que prevê a aplicação da proteção contra o vírus da doença nos 500 mil militares que poderão ir à zona considerada de risco para um ataque biológico com o vírus da varíola - tem sido objeto de controvérsias devido aos grandes riscos de provocar efeitos colaterais negativos. Por isso, por enquanto, sua aplicação é de caráter voluntário. Em Connecticut serão aguardadas várias semanas antes de se proceder à avaliação dos efeitos secundários dos primeiros vacinados e em seguida se iniciar a segunda rodada de vacinação.Os Centros Federais para o Controle de Enfermidades de Atlanta, na Geórgia, receberam pedidos de vacinação de 20 estados. Já foram enviadas 20.000 doses a Connecticut, Nebraska, Vermont e, na Califórnia, ao condado de Los Angeles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.