Primeiros resultados dão vitória a governistas na Macedônia

Eleições legislativas foram marcadas por incidentes; ao menos um morreu e oito ficaram feridos em tiroteios

AP e Efe,

01 de junho de 2008 | 18h25

Os primeiros resultados das eleições legislativas realizadas neste domingo, 1, na Macedônia indicam uma clara vitória da conservadora e governante Organização Revolucionária Macedônia Interna - Partido Democrático pela Unidade Nacional da Macedônia (VMRO-DPMNE). No início da noite, o primeiro-ministro Nikola Gruevski declarou a vitória do partido.   Zoran Tanevski, porta-voz da Comissão Eleitoral, informou à Agência Efe que, após a apuração dos votos de 24,73% dos colégios eleitorais, a VMRO-DPMNE, do primeiro-ministro Nikola Gruevsk, conseguiu 42,25% dos votos (56.507 em números absolutos).   Em segundo lugar ficou a opositora União Social Democrata da Macedônia (SDSM), com 19,82% das cédulas (26.510). A participação nas urnas foi de 58,34%, 3,5% a mais que nas últimas eleições parlamentares de julho de 2006.   Incidentes   Vários incidentes foram registrados durante as eleições. Pelo menos uma pessoa morreu e oito ficaram feridas durante tiroteios entre grupos rivais albaneses com a polícia na sede da União Democrática para a Integração na capital, Skopje.   Paralelamente, o porta-voz da comissão eleitoral, Zoran Tanevski, afirmou que locais de votação no vilarejo de Aracinovo foram fechados após um tiroteio que feriu uma pessoa. O governo anunciou que as eleições serão realizadas novamente nos locais onde as votações foram suspensas.   A Macedônia antecipou as eleições legislativas por causa da crise política desencadeada pela independência do vizinho Kosovo e pela decisão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) de não convidar o país para um processo de adesão.

Tudo o que sabemos sobre:
Macedônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.