Primo de Uribe pega 7 anos e 6 meses de prisão

Mario Uribe, primo e antigo aliado do ex-presidente colombiano Álvaro Uribe, foi sentenciado ontem a 7 anos e 6 meses de prisão. O ex-senador foi considerado culpado de ligações com grupos paramilitares. As milícias de extrema direita foram criadas para combater os rebeldes de esquerda. Ele também é investigado por suposto envolvimento em crimes contra a humanidade cometidos pelos paramilitares.

, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.