Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Princesa saudita sentenciada a prisão no Egito

Uma princesa saudita, esposa de um dosirmãos do rei Fahd, foi condenada por roubo e sentenciada nestaquarta-feira a três anos de prisão por furtar jóias de umaloja no Cairo, informaram fontes judiciais. A princesa Hind Shams el-Din Al-Fasi, esposa de um dos irmãosdo rei Fahd e residente no Cairo, foi acusada de encomendar emdezembro jóias a uma famosa loja na capital egípcia e não pagarapós a entrega do produto. O dono da joalheria esperou pelo pagamento durante cerca de ummês. Dois ajudantes acusados de auxiliá-la no furto, no valor deUS$ 1,3 milhão, foram condenados a três e dois anos de prisão,disseram as fontes, sob a costumeira condição de anonimato. Nem a princesa nem seus ajudantes estavam na corte quando osveredictos foram anunciados nesta quarta-feira. Eles podemapelar. Mais tarde, um funcionário do serviço de segurança da princesarecusou-se a transferir um telefonema para ela ou para os doishomens. A princesa Hind, filha de pai marroquino e mão egípcia, écasada com o príncipe Turki bin Abdel Aziz. Houve diversas queixas contra a família do príncipe e seusseguranças desde que eles se mudaram para os andares superioresdo hotel Cairo Ramses Hilton, em 1983, após uma briga entre elee seu irmão, o rei Fahd.

Agencia Estado,

28 de fevereiro de 2001 | 16h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.