Principal assessor de imprensa de Blair vai renunciar

O principal assessor de comunicações de Tony Blair, Alastair Campbell, irá renunciar nas próximas semanas, informou nesta sexta-feira o escritório do primeiro-ministro britânico em Downing Street. Ainda não há uma data definida para a saída de Campbell e seu substituto não foi indicado, disse o escritório. Campbell esteve no centro das versões da imprensa de que a equipe de Blair exagerou a capacidade da ameaça das armas iraquianas num dossiê dos serviços de inteligência britânicos utilizado para dar suporte à ação militar no Iraque.Campbell negou as alegações e os chefes de inteligência apoiaram a versão dos fatos dada por ele. No comunicado oficial em que informa sobre sua renúncia, Campbell disse que está deixando o cargo por razões pessoais e acrescenta que efetivará a renúncia ?dentro de poucas semanas?. Na semana passada, Campbell compareceu perante o comitê que investiga a morte do assessor governamental de armas David Kelly, que aparentemente cometeu suicídio após ser identificado pela rede BBC como fonte de uma reportagem sobre a política de Downing Street para o Iraque. Em seu comunicado, Campbell disse ter tomado a decisão de renunciar em abril. Ele não vinculou tal decisão ao inquérito sobre o caso Kelly.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.