REUTERS/Toby Melville
REUTERS/Toby Melville

Príncipe Harry e Meghan Markle preferem doações para caridades do que presentes de casamento

Casal listou sete organizações de caridade para as quais doações devem ser entregues; entidades trabalham com questões de importância para os noivos

O Estado de S.Paulo

09 Abril 2018 | 18h38

LONDRES - O Palácio de Kensington informou nesta segunda-feira, 9, que Príncipe Harry e Meghan Markle preferem que doações sejam feitas a instituições de caridade do que ganhar presentes de casamento tradicionais, como torradeiras ou chaleiras. O palácio afirmou que Harry e Markle "escolheram instituições de caridade que representam uma série de questões pelas quais são apaixonados".

+ Tudo sobre: Rainha Elizabeth II

As instituições de caridade da lista do casal trabalham em apoio de aspectos como esporte para mudança social, empoderamento feminino, preservação do meio ambiente e ajuda a portadores de HIV. No total, são sete organizações: CHIVA (Children's HIV Association); Crisis; Fundação Myna Mahila; Pequenos Soldados de Scotty; StreetGames; Surfistas contra o Esgoto e The Wilderness Foundation UK. // AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.