Príncipe Harry partirá ao Iraque no fim do mês, diz jornal

O príncipe Harry, filho mais novo do príncipe Charles e da falecida princesa Diana, partirá para o Iraque no fim do mês, assegura neste sábado, 16, o tablóide britânico Daily Mirror.De acordo com a publicação, o jovem, de 22 anos e terceiro nalinha de sucessão ao trono britânico, realizará seu desejo decombater no front junto com seus colegas do regimento dos "Blues and Royals".Segundo o tablóide, o ministro da Defesa, Des Browne, anunciará o envio do regimento do príncipe ao país árabe no dia 26 defevereiro, na Câmara dos Comuns, quando dará detalhes da operação.O Daily Mirror antecipa que Harry, com a categoria desubtenente, será conhecido como comandante da Tropa Gales e ficará responsável por uma unidade de 12 soldados em veículos couraçados ligeiros.Os "Blues and Royals" ficarão em Basra, a cidade do sul iraquianoonde está a maioria das tropas britânicas. Segundo a publicação, o regimento participará de missões de reconhecimento perto dafronteira com o Irã."Os últimos detalhes estão sendo acertados, mas o príncipe irácom segurança. Certamente, sua condição de membro da realeza será levada em conta, mas ele verá ação", assegurou uma fonte militar ao tablóide.Fontes da Família Real britânica disseram que, por enquanto, nãohá nada confirmado.Destaque em tablóidesO príncipe Harry, que concluiu seus estudos na elitista academiamilitar de Sandhurst, expressou várias vezes seu desejo de servir no front, o que gerou preocupação sobre sua segurança e a de seus colegas.Além disso, Harry é constantemente capa dos tablóides britânicos por sua "paixão" por baladas e drogas. Ele comemorou sua graduação no Exército em um clube de "striptease", além de se fantasiar de soldado nazista, fumar maconha, agredir um "paparazzo" ao sair de uma boate e brigar na pista de dança de uma balada depois de assistir ao jogo entre Portugal e Brasil, realizado no início do mês.Histórico de guerraOs membros da realeza britânica têm um longo histórico departicipação em conflitos bélicos.O príncipe Phillip, marido da rainha Elizabeth II, serviu naMarinha durante a II Guerra Mundial, enquanto o príncipe Andrew,filho médio de ambos, pilotou um helicóptero na Guerra das Malvinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.