Príncipe Hisahito é apresentado no templo do Palácio Imperial

O príncipe japonês Akishino e sua mulher, a princesa Kiko, apresentaram nesta segunda-feira Hisahito, seu primeiro filho homem, o terceiro na linha de sucessão ao trono, num templo do Palácio Imperial, cumprindo o tradicional rito xintoísta para os recém-nascidos. Envolvido em fraldas brancas, o primeiro neto homem do imperador Akihito e da imperatriz Michiko foi conduzido nos braços de um funcionário da Casa Imperial ao santuário conhecido como Kashikodokoro, para a cerimônia de Kyuchu Sanden. O ritual é semelhante ao feito com as outras crianças japonesas, normalmente entre um mês e cinqüenta dias após o nascimento. No caso de Hisahito, que nasceu em 6 de setembro, foi atrasada devido à recente viagem oficial de seu pai, Akishino, ao Paraguai. Esta é a primeira vez que Hisahito sai do Palácio de Akasaka, a residência de seus pais. Segundo a Casa Imperial japonesa, ele mede 58,5 centímetros e pesa 5,244 quilos. Em declarações à imprensa, Akishino disse que o menino é chamado pelo diminutivo carinhoso de Yu-chan. "Yu" se refere à pronunciação japonesa do ideograma chinês no qual está escrito o nome do príncipe e "chan" é um sufixo diminutivo para meninos. O ideograma chinês do nome "Hisa" se refere à vida pacífica que seus pais desejam para o bebê. O sufixo "-hito", que significa "pessoa virtuosa", é acrescentado aos homens da família imperial desde a época Heian (794-1185). Akishino e Kiko têm outras duas filhas, Mako, de 14 anos, e Kako, de 11.

Agencia Estado,

14 Novembro 2006 | 08h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.