Príncipe saudita promete fogo do inferno aos terroristas

O príncipe saudita Abdullah disse que os ataques terroristas resultaram em "dezenas de mortos e feridos" e que a Arábia Saudita é capaz de destruir os grupos que executaram esses ataques. Em discurso à nação transmitido pela tevê, Abdullah disse que os agressores são criminosos destituídos de valores humanos. De acordo com a tradução feita pelas redes de tevê norte-americanas, o príncipe disse que o povo saudita condena os ataques.Citando o livro sagrado do Alcorão, Abdullah disse que o "fogo do inferno" espera pelos criminosos. "Se esses assassinos acreditam que seus crimes sangrentos irão perturbar esta nação e sua unidade, eles estão se enganando. Se eles acreditam que irão abalar a segurança e a estabilidade de nosso país, eles estão sonhando", disse.O príncipe prometeu a seu povo e aos estrangeiros que a Arábia Saudita está alerta e trabalhando duro para protegê-los e que o país é capaz de destruir esse grupo e aqueles que lhe dão apoio. "Depois disso, se Deus quiser, esse grupo não será capaz de se levantar novamente", disse Abdullah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.