Príncipe William quer se mudar para os EUA

O príncipe William quer viver durante alguns anos nos EUA, onde acha que terá mais privacidade do que na Grã-Bretanha, depois de terminar seusestudos universitários, informou neste domingo um jornal londrino. O tablóide Sunday Mirror informou que William, que fará21 anos em junho, quer fazer uma pós-graduação em uma instituição americana ou trabalhar nesse país em uma casa de leilões ou em uma galeria de arte."William está decidido a manter certo grau de autonomia e sente que os EUA lhe oferecem a melhor oportunidade para isto", indicou uma fonte do Palácio de Buckingham citada pelodiário, acrescentando que a experiência americana do príncipe poderia durar "um ano ou talvez dois".A fonte, que não foi identificada, disse que William estava disposto a viajar para Nova York pouco depois de graduar-se na Universidade Saint Andrew, na Escócia, em 2005. Atualmente, estuda história da arte e geografia.Tradicionalmente, os príncipes reais se unem às forças armadas imediatamente após terminar a faculdade. O irmão mais novo de William, Harry, já disse que pretende integrar-se ao Exército. William, o segundo na linha de sucessão ao trono - logo após seu pai, o príncipe Charles -, tomou a decisão aparentemente sob a influência de sua prima, Lady Gabriela Windsor, que estuda na Universidade Brown, em Rhode Island.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.