Matt Dunham/AFP
Matt Dunham/AFP

Príncipe William testou positivo para a covid-19 em abril, diz mídia inglesa

De acordo com o tabloide The Sun, o Duque de Cambridge optou por manter o diagnóstico em segredo para não preocupar os ingleses

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de novembro de 2020 | 08h25

LONDRES - O príncipe William, segundo na linha de sucessão do trono britânico, testou positivo para a covid-19 em abril, no mesmo período em que o pai, príncipe Charles, se recuperava da doença. A mídia britânica divulgou a informação neste domingo, 1, ao citar fontes do Palácio de Kensington, residência oficial do Duque de Cambridge.

William manteve o diagnóstico em segredo porque não queria alarmar o país, segundo o tabloide The Sun. "Outras coisas mais importantes estavam acontecendo e eu não quis preocupar ninguém", teria dito o príncipe a uma fonte da publicação. 

Ele foi tratado por médicos do palácio e seguiu os direcionamentos das autoridades ao se isolar na casa da família real em Norfolk. O tabloide disse ainda que William teve 14 compromissos oficiais virtuais em abril. 

"William sofreu bastante com o vírus. Em um momento, ele teve dificuldade para respirar, então todos ao seu redor entraram em pânico", disse outra fonte ao The Sun

A BBC também confirmou a notícia citando fontes do Palácio de Kensington. O gabinete do príncipe William não se pronunciou sobre as publicações.

O príncipe Charles, pai de William, anunciou no dia 25 de março que o sucessor da rainha Elizabeth II testou positivo para o coronavírus. O herdeiro se autoisolou em sua residência na Escócia por sete dias e apresentou sintomas leves. 

O Reino Unido já registra mais de 46 mil mortes pelo novo coronavírus e entrará em novo lockdown nacional nesta quarta-feira,4./REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.