Príncipe William visita zona atingida por terremoto na Nova Zelândia

Herdeiro do trono britânico também deve visitar familiares dos 29 mineiros que morreram na explosão em uma jazida em Greymouth e os desabrigados pelas inundações na Austrália

Efe,

17 de março de 2011 | 01h57

SIDNEY - O príncipe William iniciou nesta quinta-feira, 17, uma visita de dois dias à zona devastada por um terremoto na Nova Zelândia, antes de viajar no fim de semana para a Austrália.

 

O príncipe, que se casará com Kate Middleton em 29 de abril, viajou para a cidade de Christchurh, na Ilha do Sul, onde pelo menos 180 pessoas morreram no terremoto que atingiu a cidade em 22 de fevereiro.

William não levou a noiva porque se trata de uma viagem oficial em representação de sua avó, a rainha Elizabeth II.

 

O casal criou vários fundos de ajuda, entre os quais um destinado às vítimas do terremoto da Nova Zelândia, para que os convidados do casamento doem dinheiro a causas humanitárias em vez de darem presentes.

 

O primeiro-ministro neozelandês, John Key, disse que este gesto demonstra "o respeito e o carinho" do casal para com a Nova Zelândia.

 

O príncipe também deve visitar Greymouth, no litoral oeste da Ilha do Sul, onde se reunirá com familiares dos 29 mineiros mortos na explosão em uma jazida de carvão em 19 de novembro.

 

No sábado, o príncipe se deslocará para a Austrália para visitar os desabrigados pelos ciclones e as inundações nos estados de Queensland e Victoria, no leste do país.

 

A rainha Elizabeth II é a chefe de Estado da Austrália e da Nova Zelândia, ex-colônias que se tornaram independentes da Grã-Bretanha em 1901 e 1907, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.