Prisioneiro mata três policiais nas Filipinas

Um suposto terrorista muçulmano da organização Abu Sayyaf, detido no quartel general da polícia de Manila, tomou um fuzil de um guarda, matou três policiais e feriu outros três nesta terça-feira. O quartel foi cercado e ainda não se sabe se há reféns. Segundo a polícia, Buyung Bongkak é um dos cinco homens presos por participação em um atentado no ano passado na cidade de Zamboaga.Em julho deste ano, um outro terrorista escapara de uma cela do mesmo complexo policial da divisão da polícia de combate o crime organizado. O incidente desta terça acontece em meio aos preparativos para a visita do presidente norte-americano, George W. Bush, às Filipinas, em 18 de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.