Prisioneiro será julgado em Nova York por tribunal civil

Um suposto membro de alto escalão da Al-Qaeda detido na prisão de Guantánamo será enviado a Nova York para julgamento, revelou ontem um funcionários do governo. A decisão representa um grande passo no plano do presidente americano, Barack Obama, de fechar o centro de detenção até o início do próximo ano.Ahmed Ghailani será o primeiro prisioneiro de Guantánamo levado aos EUA e o primeiro a ser julgado em um tribunal criminal civil. O funcionário, que pediu para não ser identificado, disse à agência Associated Press que o governo Obama decidiu julgar Ghailini nos EUA, mas não soube especificar quando a transferência ocorrerá.Ghailani foi indiciado pelos atentados a bomba de 1998 contra embaixadas dos EUA no Quênia e na Tanzânia, que deixaram 224 mortos, entre eles 12 americanos. O tanzaniano foi qualificado de prisioneiro de alto valor após ser capturado no Paquistão em 2004 e transferido para a prisão de Guantánamo, em Cuba, dois anos depois.

AP, O Estadao de S.Paulo

21 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.