Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Processo contra IBM pode atrasar indenizações

Um processo contra a gigante norte-americana dos computadores IBM pela suposta atuação dacompanhia no Holocausto poderia causar o atraso dos pagamentos de indenizações a sobreviventes do fundo do trabalho escravo na Alemanha nazista, informou nesta terça-feira a iniciativa.Wolfgang Gibowski, porta-voz deste grupo que recolhe doações de empresas alemãs, disse que devido ao fato de a IBM norte-americana estar ligada à filial alemã, o processo poderiaimpedir que os primeiros pagamentos cheguem aos sobreviventes mais velhos, devido a um acordo segundo o qual devem ser retirados todos os processos judiciais contra empresas alemãs. O fundo foi criado para compensar os estimados 1 milhão de sobreviventes dos programas de trabalho escravo da Alemanha nazista, sendo a maioria formada por não-judeus do centro e do leste da Europa. Os primeiros pagamentos deverão ser efetuados em maio deste ano. No entanto, Volker Beck, um dos curadores do fundo e membro Partido Verde - pertencente à coalizão governista liderada pelos social-democratas -, levantou a possibilidade de o Parlamento alemão poder determinar, se o processo não afetar de nenhuma forma a filial alemã, o pagamento em dia das indenizações.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2001 | 18h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.