Procurador apela contra decisão do TPI

O procurador do Tribunal Penal Internacional, Luis Moreno Ocampo, entrou ontem com uma apelação para manter aberto o processo contra o presidente sudanês, Omar al-Bashir, pelo genocídio em Darfur. Bashir teve prisão decretada em março, mas os juízes responsáveis pelo caso decidiram que faltam provas para o indiciamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.