Tom Brenner/The New York Times
Tom Brenner/The New York Times

Procurador questiona secretário de Justiça dos EUA por elo com Rússia

Foi a primeira vez que um membro do alto escalão do governo de Donald Trump foi questionado pela equipe de Robert Mueller

O Estado de S.Paulo

23 Janeiro 2018 | 13h55

WASHINGTON - O promotor especial Robert Mueller interrogou na semana passada por várias horas o secretário de Justiça do presidente Donald Trump, Jeff Sessions, no âmbito da investigação da interferência russa na eleição, revelou o jornal The New York Times nesta terça-feira, 23. 

+ Como o autor de Fogo e Fúria entrou na Casa Branca

Foi a primeira vez que um membro do alto escalão do governo foi questionado pela equipe de Mueller, que analisa, além da interferência russa, se Trump obstruiu Justiça no caso. A entrevista foi confirmada pela porta-voz de Sessions, Sarah Flores, segundo o jornal. 

Sessions anunciou em março que estava impedido de participar de qualquer investigação sobre a interferência russa na eleição depois de ele não ter revelado ao congresso encontros com o então embaixador russo nos Estados Unidos, Sergei Kislyak, durante a eleição. 

+ Trump está ansioso para ser interrogado sobre ingerência russa, diz advogado

Após a decisão de Trump de demitir em março o chefe do FBI, James Comey, até então responsável pela investigação, Sessions, aconselhado por promotores de careeira no Departamento de Justiça, resistiu a pedidos do presidente para que controlasse a investigação. Na semana passada, ele conversou com a equipe de Mueller acompanhado de seu advogado Chuck Cooper. 

Nas últimas semanas, Mueller intimou o ex-assessor de Trump, Steve Bannon, a depor sobre o caso perante um grande júri. Ele já indiciou o ex-chefe de campanha de Trump Paul Manafort por lavagem de dinheiro e fechou um acordo de delação premiada com George Papadopoulos - outro assessor de campanha de Trump encarregado de contatos com os russos.  / NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.