Produção ilegal de dinamite na China mata mais de 100 pessoas

Morreram neste ano 123 pessoas em acidentes produzidos durante a fabricação ilegal de dinamite na China, segundo números do Ministério da Segurança Pública divulgados nesta quinta-feira pela agência oficial de notícias Xinhua.O vice-ministro Liu Jinguo reconheceu que a situação continua grave, apesar dos esforços para controlar a fabricação e comercialização de explosivos e de armas ilegais. Até o momento, as autoridades confiscaram 685,5 toneladas deexplosivo elaborado, armazenado e comercializado de maneira ilegal.Foram presas 7.347 pessoas envolvidas em 1.524 delitos. Além disso, outros 328 suspeitos foram detidos em conexão com 94 casos de detonações e roubo de explosivos. Os materiais confiscados incluem 1,8 milhão de detonadores, 780 mil metros de cabo de pavio, 17 mil armas de fogo e 950 mil cartuchos. As autoridades alertam principalmente para o uso de clorato de potássio, uma perigosa substância, proibida pela lei chinesa, que causou nove acidentes este ano. O clorato de potássio é um poderoso oxidante que pode explodir quando se aquece. Além disso, é muito instável quando misturado com material combustível, como o carvão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.