Produto Interno Bruto chinês deve crescer 10,5% em 2006

A economia chinesa crescerá 10,5% neste ano, três pontos a mais que em 2005, segundo as previsões do organismo máximo de planejamento do país, publicadas neste domingo pela imprensa nacional.O Produto Interno Bruto (PIB) alcançará este ano os US$ 2,56 trilhões, disse Ma Kai, ministro da Comissão Estatal de Reforma e Desenvolvimento, de acordo com a agência estatal "Xinhua".Por sua parte, a inflação será de 1,3%, contra 1,8% do ano passado, acrescentou Ma, que destacou o rápido desenvolvimento da economia chinesa, "com boa eficiência e baixa inflação".No entanto, o ministro chinês advertiu que a base do desenvolvimento econômico não é suficientemente sólida e o crescimento do PIB é ainda "muito rápido", e, por isso, é necessário "manter a lucidez", em alusão às políticas de esfriamento adotadas por Pequim.Nos primeiros onze meses, o investimento em ativos fixos subiu 26,6% em relação ao mesmo período do ano passado, embora esta ascensão tenha desacelerado nos últimos três meses (setembro, outubro e novembro), quando o aumento foi 4,7 pontos menor que o do primeiro semestre.De acordo com Ma, para seguir com a tendência de arrefecimento econômico o Governo continuará controlando o investimento em ativos fixos e impulsionando o consumo. A previsão de 10,5% de crescimento coincide com a recentementedivulgada pelo Banco Popular da China (banco central), embora esteja acima dos 10% imaginados pelo Bir Nacional de Estatística.O Banco Mundial e outras instituições internacionais tinham calculado, por sua parte, um aumento do PIB chinês de 10,4% em 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.