Professor esfaqueia estudante e se mata nos EUA

Um professor assistente esfaqueou uma universitária, trancou-se em uma sala e se matou com um tiro na cabeça ontem à tarde no campus universitário da Universidade Politécnica de Nova York. Segundo Stuart Dim, porta-voz da universidade, a mulher, de 25 anos, recebeu duas facadas no peito e está em estado grave no Centro Médico Bellevue. Os nomes da mulher e do professor que, segundo o porta-voz, mantinham uma relação amorosa, estão sendo mantidos em sigilo. O corpo do agressor, descrito como um estudante graduado de ciência da computação, foi encontrado depois que a polícia arrombou a porta de sua sala.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.