Professora de Milão corta a língua de aluno com tesoura

Um professora de Milão cortou com uma tesoura a língua de um aluno desobediente de 7 anos para silenciá-lo, informaram representantes da polícia e da escola nesta terça-feira, 27. A criança, de origem africana, precisou ir até o hospital para receber cinco pontos. A família do menino prestou queixa contra a professora, que foi suspensa depois do incidente na semana passada. A polícia está tentando descobrir se o machucado foi infligido intencionalmente ou se foi uma brincadeira que deu errado, disse uma fonte policial. "Nós estamos conduzindo um inquérito completo para descobrir o que realmente aconteceu", disse Anna Maria Dominici, encarregada das escolas da região da Lombardia. A professora, contratada temporariamente como assistente, corre o risco de ser demitida da escola primária. "Ela é uma jovem professora, mas o episódio é tão sério que a falta de experiência não tem nada a ver com isso", acrescentou Dominici.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.