Professora que forjou a morte da filha é demitida

Uma professora que trabalhava em uma escola de Nova York foi demitida por forjar a morte da filha. Joan Barnett inventou a história para poder tirar um período extra de férias. Ela viajou com a família para a Costa Rica, mas o plano foi descoberto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.