Professores grevistas incendeiam hotel no Peru

Depois de entrar em confronto com a polícia, professores em greve saquearam e incendiaram um hotel na cidade peruana de Ayacucho, informaram policiais e a mídia local. No conflito, 14 pessoas ficaram feridas - 10 agentes da polícia e quatro docentes.De acordo com as fontes, os incidentes ocorreram quando os policiais desalojaram, de três edifícios públicos, grupos de professores que ocupavam os locais desde 21 de junho, quando teve início a greve por melhores salários e a contratação de mais professores.A polícia utilizou bombas de gás lacrimogêneo para desalojar os grevistas, aproximadamente 350. Uma vez do lado de fora dos edifícios, os manifestantes lançaram pedras e outros objetos contra os policiais. De acordo com a polícia, os grevistas saquearam e incendiaram o hotel San Francisco, localizado no centro da cidade e de propriedade do prefeito local, Gerardo Ludeña.

Agencia Estado,

01 de julho de 2004 | 17h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.