Professores protestam em Portugal contra cortes

Milhares de professores estão realizando uma manifestação em Lisboa, em Portugal, para protestar contra cortes de gastos que eles dizem que tirarão 1 bilhão de euros (US$ 1,3 bilhão) do orçamento da Educação.

AE, Agência Estado

26 de janeiro de 2013 | 17h39

Os sindicatos disseram que o governo português planeja privatizar muitas escolas públicas e cortar cerca de 50 mil empregos.

O porta-voz sindical Mario Nogueira disse que o plano, revelado em um documento recente do Fundo Monetário Internacional (FMI), "significa o fim do sistema de escola pública livre e abrangente".

Portugal, que enfrenta seu terceiro ano de recessão, precisou de um pacote de socorro de 78 bilhões de euros em 2011 para evitar um default de suas obrigações e tem uma taxa de desemprego de 16,3%. As medidas de austeridade provocaram muitas greves e protestos no país. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Portugalprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.