Projeto de constituição apoiado por Correa vence referendo

Numa arrasadora vitória do presidente equatoriano, Rafael Correa, o projeto de Constituição apoiado por ele foi aprovado por 70% dos eleitores no referendo de hoje, segundo indicou pesquisa de boca-de-urna do instituto Cedatos, o principal do país. De acordo com a mesma fonte, o "não" obteve 25%; 4% anularam o voto e 1% votou em branco. A nova Carta, que amplia significativamente os poderes de Executivo, entrará em vigor logo depois da proclamação formal do resultado do referendo e sua publicação no diário oficial, o que deve ocorrer ainda esta semana."Hoje, o Equador decidiu-se por um novo país. As velhas estruturas foram derrotadas", declarou Correa logo depois de conhecer os primeiros resultados, em Guayaquil. "Seguimos adiante com essa revolução cidadã, da qual nos encarregaram em 26 de novembro de 2006." Correa também fez uma chamada à unidade nacional, mas advertiu que os "políticos que mentiram, em defesa de interesses oligárquicos, terão de prestar contas ao país". O presidente terminou a intervenção com a revolucionária saudação "hasta la victória, siempre".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.