Projeto de lei iraniano prevê queda de acordo se houver novas sanções

Pacto nuclear interino, vigente desde 2013, seria anulado caso novas medidas econômicas contra o Irã sejam aprovadas

O Estado de S. Paulo

28 de janeiro de 2015 | 12h03

Legisladores iranianos enviaram um projeto de lei ao parlamento que anularia o acordo nuclear interino de 2013 se novas sanções forem impostas.

A agência de notícias estatal iraniana Irna citou o parlamentar Hossein Naqavi Hosseini dizendo que ao menos 80 dos 290 legisladores apoiam o projeto. Seria necessário um debate, depois a votação e a aprovação por um conselho constitucional.

Senadores americanos querem impor novas sanções contra o Irã se um acordo nuclear não for alcançado até 6 de julho. Mas o presidente dos EUA, Barack Obama, disse que isso só garantiria o fracasso de delicadas negociações internacionais.

Nações ocidentais sempre suspeitaram que o programa nuclear iraniano é secretamente direcionado a produzir armas nucleares. Teerã insiste que o programa é inteiramente destinado a propósitos civis. / AP

 

Tudo o que sabemos sobre:
Irãprograma nuclearacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.