Projeto de US$ 4 bilhões pretende salvar Veneza

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, inaugurou nesta quarta-feira um ambicioso projeto para reduzir o impacto das enchentes que regularmente assolam a famosa cidade dos canais, Veneza. O Projeto Moisés - homenagem ao personagem bíblico que abriu caminho nas águas do Mar Vermelho - deve ser realizado em 8 anos e custará cerca de 3,5 bilhões (quase US$ 4 bilhões).Barreiras móveis serão construídas no fundo do Mar Adriático, logo na saída de Veneza, e serão erguidas quando a maré alta ameaçar a cidade. "Veneza é magnífica, o orgulho de toda a Itália", disse Berlusconi, enquanto as autoridades se preparavam para colocar a primeira pedra nas obras. A água invade com freqüência a famosa Praça de São Marcos e outras partes de Veneza, obrigando moradores e turistas a caminhar sobre passarelas de madeira se quiserem manter os pés secos. Para piorar a situação, a cidade está afundando: o nível do Mar Adriático sobe e as marés altas são cada vez mais freqüentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.