Promessas de pacto com EUA

Ashraf Ghani, de 64 anos, foi ministro das Finanças do governo do presidente Hamid Karzai e tem reputação de ser um tecnocrata exigente e com temperamento forte. Pouco antes da invasão soviética ao Afeganistão, nos anos 80, ele conseguiu uma bolsa para estudar nos Estados Unidos, na Universidade Columbia, onde obteve PhD em antropologia cultural. Nos anos 90, foi economista do Banco Mundial, atuando em projetos de desenvolvimento na Ásia. Durante a campanha presidencial, prometeu encurtar os laços com o Ocidente, firmar pacto de segurança com EUA e combater a corrupção.

O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2014 | 02h02

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.