Promotor confirma violência russa na Chechênia

Pelo menos 10 civis chechenos foram feridos por tropas russas que cometeram atos de violência e saques durante operativos em várias aldeias da república separatista, confirmou hoje o promotor russo Viktor Dajnov. "Há testemunhos, os fatos foram relatados por especialistas e em documentos", afirmou Djanov, que é chefe da promotoria russa. Promotores russos estão investigando denúncias de que soldados teriam invadido e saqueado propriedades de civis chechenos durante missões em três aldeias na semana passada. Ontem, o chefe das tropas russas na Chechênia, general Vladimir Moltenskoi, chegou a admitir a responsabilidade indicando que seus soldados haviam "cometido crimes em grande escala e atos ilegais". Mais tarde, porém, o general voltou atrás e afirmou que alguns de seus soldados teriam cometido "violações".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.