Promotor diz que Mubarak deve deixar hospital e voltar à prisão

Um promotor do Egito determinou nesta segunda-feira que o ex-presidente Hosni Mubarak seja levado de volta para a prisão após uma melhora em sua saúde, o que significa que ele não precisa mais ficar num hospital militar, informou a agência de notícias estatal.

Reuters

16 de julho de 2012 | 10h49

Mubarak, condenado à prisão perpétua por conta da morte de manifestantes num levante contra seu regime, foi levado da ala médica da prisão de Tora para um hospital no mês passado após relatos de piora em sua saúde.

Mais conteúdo sobre:
EGITOMUBARAKPRISAOP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.