Promotor no caso de Musharraf é assassinado, diz agência

Chaudhry Zulfikar também foi responsável por processo sobre a morte de Benazir Bhutto

AE, Agência Estado

03 de maio de 2013 | 01h41

ISLAMABAD - O promotor público do caso contra o ex-presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, foi morto a tiros por atiradores não identificados na capital do país, Islamabad, no início da manhã desta sexta-feira (horário local), informou a agência Xinhua ao citar reportagens da mídia local. Os médicos de um hospital local confirmaram a informação.

O promotor Chaudhry Zulfikar, da Agência Federal de Investigação, estava a caminho de um tribunal local para acusar Musharraf de seu envolvimento no assassinato da ex-premiê Benazir Bhutto quando foi atacado por 3 ou 4 homens armados em motocicletas. / DOW JONES

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoPervez Musharraf

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.