Promotor quer arquivar processo contra Pinochet

Um promotor da Corte de Apelações de Santiago, Raúl Rocha, recomendou nesta terça-feira o arquivamento do processo contra o ex-ditador chileno Augusto Pinochet no caso da "caravana da morte" - no qual ele é acusado de ter acobertado os autores de 17 assassinatos no início de seu governo de fato, em 1973.Segundo o relatório de Rocha, o estado de saúde de Pinochet, de 85 anos, não permite a continuação do processo contra ele. A recomendação será agora analisada pelos juízes da 5ª Sala da Corte de Apelações, em data ainda não fixada, para decidir o acatamento ou não do relatório do promotor.Se a corte aceitar o pedido de suspensão do processo - ainda que temporariamente, até que se registre uma eventual melhora do estado de saúde do ex-ditador -, isso significará, na prática, o fim da ação judicial contra Pinochet. A opinião oficial do Judiciário sobre a saúde de Pinochet chega um dia depois de o juiz de instrução Juan Guzmán ter ordenado o "indiciamento formal imediato" do ex-ditador, que implica a tomada de impressões digitais e fotografias de frente e perfil do acusado - um procedimento qualificado de "constrangedor e humilhante" pelos seguidores do general da reserva. Poucas horas depois do anúncio de Guzmán, Pinochet foi levado ao Hospital Militar de Santiago com sintomas de crise de hipertensão, segundo seus parentes. Pinochet esteve detido de outubro de 1998 a março de 2000 em Londres sob acusação de crimes contra a humanidade, em cumprimento de uma ordem de prisão internacional emitida pelo juiz espanhol Baltasar Garzón. Em Paris, o juiz Roger le Loire instrui outro processo contra ele, por envolvimento na Operação Condor - um plano conjunto das ditaduras do Chile, Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Bolívia para reprimir opositores.Le Loire convidou na segunda-feira o ex-secretário de Estado americano Henry Kissinger para depor no caso. Kissinger recusou o convite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.