AP
AP

Promotores dos EUA vão pedir pena de morte para Dzhokhar Tsarnaev

Ainda não foi marcada uma data para o julgamento do acusado pelo atentado à maratona de Boston

O Estado de S. Paulo,

30 de janeiro de 2014 | 18h17

WASHINGTON - Os promotores dos EUA vão pedir a pena de morte para Dzhokhar Tsarnaev, acusado, junto com o irmão Tamerlan, pelo atentado à Maratona de Boston, que matou três pessoas e deixou mais de 280 feridas em abril de 2013, informou nesta quinta-feira, 30, o Departamento de Justiça.

"Após examinar os fatos, a legislação vigente e os elementos apresentados pelo advogado do acusado, foi decidido que os EUA vão solicitar a pena de morte", afirmou o procurador-geral do país, Eric Holder, em comunicado. Ainda não foi marcada uma data para o julgamento de Tsarnaev.

A decisão não significa, no entanto, que a pena será aplicada. Em quase metade dos casos em que cabe a pena de morte, os promotores retiram o pedido da pena de morte antes do julgamento, geralmente após um acordo ser feito.

Desde que a pena de morte voltou a ser autorizada pelo governo federal em 1988, apenas três pessoas foram executadas nos EUA. A última execução ocorreu em 1995: Timothy J. McVeigh foi condenado por um ataque com bombas em Oklahoma./ EFE e NYT

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.