Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Promotoria abre caminho para processar Milosevic

A promotoria pública ordenou hoje uma investigação por suspeita de que Slobodan Milosevic tenha se apossado ilegalmente de grande quantidade de ouro, no início de procedimentos legais visando levar a julgamento o ex-presidente por vários supostos crimes. A ordem é o prelúdio de uma possível detenção e múltiplos indiciamentos contra Milosevic, que poderia incluir alegada cumplicidade em crimes de guerra, apropriação de fundos estatais corrupção e assassinatos politicamente motivados durante seu regime de 13 anos.Numa declaração obtida pela Associated Press, o escritório da promotoria pública de Belgrado ordenou à polícia investigar notícias da imprensa dando conta de que Milosevic teria transferido quase 173 quilos de ouro para a Suíça entre 21 de setembro e 2 de novembro do ano passado - num momento de levante público que acabou com sua remoção do cargo. A polícia vai investigar se os fundos resultantes da venda do ouro foram transferidos para contas bancárias no Chipre e Grécia suspostamente pertencentes a ele e associados próximos.Desde sua queda em outubro, as novas autoridades pró-democracia têm prometido levar Milosevic a julgamento. Milosevic é procurado pelo tribunal de crimes de guerra da ONU. Mas as novas autoridades que o substituíram no governo querem que ele seja julgado na Sérvia, a principal república da Iugoslávia, antes de considerarem um pedido de extradição do tribunal baseado na Holanda, que o indiciou em conexão com atrocidades cometidas em Kosovo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.