Promotoria alemã detém marroquino suspeito de apoiar Al Qaeda

A Promotoria alemã comunicou neste sábado a detenção de um alemão de origem marroquina suspeito de dar apoio à organização Al Qaeda e de ser o correio de Said Bahaji, membro da célula que preparou os atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos.O detido foi identificado como Redouane E.H, de 36 anos e habitante da cidade de Kiel, localizada no norte da Alemanha.Segundo o comunicado divulgado pela Promotoria, o detido mantinha vários contatos com a Al Qaeda, principalmente na Síria, na Argélia e no Iraque.No fim de 2005, Redouane E.H. trabalhou em um acampamento argelino que é utilizado por uma organização terrorista para práticas com explosivos.A Promotoria também acusa Redouane de colaborar no recrutamento de suicidas para atentados no Iraque planejados pela Al Qaeda, organização à qual também doava fundos.Redouane E.H é suspeito, entre outros crimes, de atuar como correio entre Said Bahaji, procurado pela Polícia desde 3 de setembro de 2001, e sua mulher, que vive em Hamburgo.Bahaji é suspeito de pertencer à Al Qaeda e de ser membro da célula de Mohammed Atta, responsável pelos atentados de 11 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.