Promotoria recorre em caso de morte de jornalista russa

O gabinete da procuradoria-geral russa apelou da absolvição de três homens julgados pelo assassinato da jornalista Anna Politkovskaya. O porta-voz Konstantin Nikonov confirmou hoje a impetração do recurso. O assassinato, em 2006, da jornalista investigativa russa provocou comoção internacional. No último dia 19, um júri absolveu dois irmãos chechenos e um ex-policial acusados de envolvimento em um julgamento criticado tanto por simpatizantes de Politkovskaya quanto pelos advogados de defesa como um processo marcado por erros e omissões.Os três homens levados a julgamento eram suspeitos de participação menor no crime. O suposto autor dos disparos que causaram a morte da jornalista continua à solta e a promotoria ainda não foi capaz de determinar quem foi o mandante do assassinato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.