Proposta de paz saudita é oportunidade, diz Peres

O presidente de Israel, Shimon Peres, endossou o "espírito" de uma iniciativa de paz saudita, qualificando-a como uma "oportunidade" para apaziguar o Oriente Médio. As declarações de Peres foram feitas hoje durante entrevista coletiva conjunta concedida ao lado do presidente do Egito, Hosni Mubarak, no balneário de Sharm el-Sheikh, na costa do Mar Vermelho. Peres ressalvou que não concorda integralmente com o plano saudita e defendeu que a proposta seja negociada, mas disse considerar que "o espírito" dela está "correto". O plano, apresentado pela Arábia Saudita em 2002, oferece o reconhecimento pan-árabe de Israel em troca da devolução de todos os territórios árabes capturados pelo Estado judeu durante a Guerra dos Seis Dias, travada em 1967. O plano saudita foi endossado pelos 22 países da Liga Árabe. Peres, cujo posto é amplamente cerimonial, pediu no mês passado ao monarca saudita, o rei Abdullah, que promova a iniciativa e passou a defendê-la em encontros com líderes israelenses, árabes e ocidentais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.