Proposta pena de morte para estupradores de menores que matarem vítimas no Peru

O presidente do Peru, Alan García, enviou ao Congresso um projeto de lei que pune com a pena de morte os estupradores de menores de idade que assassinem suas vítimas, informaram porta-vozes oficiais. Um comunicado da Secretaria de Imprensa da Presidência afirmou que, ao propor a norma que restitui a pena de morte no Peru, "o chefe de Estado cumpre um compromisso assumido com o país". Uma semana após assumir a Presidência, García anunciou que pediria a aplicação da pena de morte a violadores de menores de idade porque "a sociedade peruana precisa de mais rigor, e osdelinqüentes de punições mais severas". "Após o crime atroz que é o assassinato de menores, essa gente não tem o direito de viver", acrescentou. O debate sobre a volta da pena de morte tem criado polêmica entre juristas e membros do governo. Na semana passada, o partido conservador União Nacional apresentou outro projeto ao Congresso, modificando o artigo 140 da Constituição, que só prevê a pena de morte para casos de traição àpátria em guerra externa. A Conferência Episcopal Peruana pediu às autoridades peruanas que não transformem o tema num "assunto de caráter político", e semanifestou contra a pena capital. De acordo com uma pesquisa, apena de morte para violadores decrianças é aprovada por 82% dos peruanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.