Prosseguem buscas por tripulantes chineses de navio desaparecido

Equipes de resgate do Japão, China e Taiwan participam nesta quinta-feira da operação de buscas pelos 20 tripulantes chineses de uma embarcação costeira que desapareceram na costa sul do Japão.

REUTERS

11 de novembro de 2010 | 08h56

Três marinheiros já foram resgatados e um foi encontrado morto, a cerca de 340 quilômetros da ilha Iriomote, depois do desaparecimento do navio cargueiro Nasco Diamond, de bandeira panamenha, que levava 25 tripulantes, segundo a Guarda Costeira do Japão. Outro tripulante foi encontrado, mas não ficou claro se vivo ou morto, segundo uma oficial japonesa da Guarda Costeira.

Não se sabe ao certo o que ocorreu com o navio, mas caixotes vazios e manchas de óleo eram vistas perto do local do resgate. O navio, de 17 mil toneladas, levava 55 mil toneladas de minério de níquel da Indonésia para a China, segundo as autoridades.

Em setembro, as relações entre China e Japão foram abaladas por causa de uma colisão entre um barco pesqueiro chinês e navios de patrulha do Japão, perto de ilhas disputadas entre ambos os países no mar do Leste da China.

As autoridades japonesas disseram que estão se empenhando no resgate apesar daquele incidente, e que o país mobilizou aviões e uma embarcação para isso.

(Reportagem de Kiyoshi Takenaka)

Tudo o que sabemos sobre:
JAPAOCHINANAUFRAGIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.