Protagonistas de filme cubano vencedor em Tribeca desaparecem a caminho de NY

Casal de atores principais sumiu após voo em que estavam, que veio de Cuba, ter feito escala em Miami.

BBC Brasil, BBC

27 de abril de 2012 | 07h27

Dois atores cubanos que protagonizam um filme que levou três prêmios no Festival de Cinema de Tribeca desapareceram após terem partido de Cuba com destino a Nova York.

O longa metragem Una Noche conta a história de três adolescentes cubanos que desertam para os Estados Unidos.

Entre os prêmios recebidos pelo longa metragem esteve o de melhor ator, entregue a Javier Nunez Florián, que desapareceu junto com a atriz Analin de la Rua de la Torre, quando o voo em que estavam a caminho de Nova York fez uma escala em Miami.

Somente um dos atores principais do filme, Daniel Arrechada, que também partiu de Cuba com destino a Nova York, conseguiu chegar ao festival. Ele compartilhou o prêmio de melhor ator com Florián.

Sem notícias

Após receber seu prêmio de US$ 2.500 (R$ 4.703), Arrechada disse a repórteres que estava ''triste por meus amigos''.

''Eu gostaria que eles estivessem aqui, seria possível estar feliz por eles, por Javier e por Analin e por todo mundo. É estranho, sinto falta dele.''

A diretora do filme, Lucy Molloy, que faturou o prêmio de melhor direção, afirmou que ''teria sido uma grande experiência para eles'' ter recebido o prêmio. E acrescentou que ''não tive notícias deles. Espero que eles estejam bem e com saúde''. O filme também venceu na categoria Melhor Fotografia.

O Festival de Tribeca foi criado em 2002 pelo ator Robert De Niro e a produtora de cinema Jane Rosenthal para ajudar a comunidade do bairro nova-iorquino de Tribeca a se reerguer após os ataques de 11 de setembro de 2001 contra as torres do World Trade Center, próximas à região.

O festival deste ano, que termina neste domingo, conta com 80 filmes de longa metragem, 80 curtas de 46 países. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.