Protesto contra Berlusconi reúne 10 mil em Roma

Milhares de pessoas se reuniram hoje em na histórica Piazza Navona, em Roma, numa manifestação contra as políticas do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi. Foi o primeiro grande protesto organizado pela oposição italiana desde que o líder conservador venceu as eleições de abril.A manifestação foi motivada por acusações da oposição de centro-esquerda de que Berlusconi está usando o poder para pressionar pela aprovação de leis que o ajudarão nas suas batalhas judiciais. A polícia estima que dez mil pessoas participaram do protesto."Como é possível que tenhamos que lidar com os problemas de Berlusconi, ao invés dos problemas do país?" questionou em discurso o ex-procurador Antonio Di Pietro, um magistrado que participou da operação Mãos Limpas contra a corrupção na década de 1990 e depois entrou na política.A lei proposta pela coalizão de governo de Berlusconi ao Parlamento garante imunidade ao primeiro-ministro, ao presidente da Itália e aos líderes do Senado e da Câmara. Berlusconi é atualmente processado por corrupção pela justiça de Milão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.